quarta-feira, 27 de janeiro de 2010

Realidade Aumentada


Você já deve ter ouvido falar sobre o termo do nosso titulo de hoje . Realidade aumentada nada mais é que uma forma de fazer o mundo virtual interagir com o mundo real. Melhor explicando é uma forma de fazer um mergulho no mundo virtual e poder interagir com objetos que simplesmente não existem.
Poderia ficar aqui horas colocando essa idéia na sua cabeça mas achei um artigo na Internet que diz muito sobre realidade aumentada e como ela esta ou estará presente em nossas vidas boa leitura.

Realidade aumentada veja o que é e como funciona


para quem desejar ter uma experiência real com realidade aumentada entre no site do filme avatar no mcdonalds e tendo em mãos um cartão de realidade aumentada(impresso no site ou fornecido em algum sanduiche da rede vc podera ter uma pequena mostra.


Na foto que encabeça o post estou experimentando o site do Mcdonalds... perfeito.

segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

Dia de Homenagear

Antônio Carlos Brasileiro de Almeida Jobim - dispensa comentários

Campus Party

Começa hoje em São Paulo a grande festa da Internet nacional. Não deixe de acompanhar...

http://www.campus-party.com.br/

domingo, 24 de janeiro de 2010

Leitores de Livros Digitais

Os leitores de Livros digitais e-reader foram os itens mais vendidos pela amazon.com durantes as festas de fim de ano.Segundo informações do Site da empresa as vendas foram maiores do que as de livros de papel.Isso é novo para todos nós mesmo aqueles mais tradicionais. Discussões a parte a verdade é que os leitores digitais tomaram o lugar dos livros de papel na preferência do leitor, isso se chama mercado e não adianta teimar é realidade e pronto. Existem no momento duas opções no mercado nacional de leitores o Kindle da amazon e o cool-er da gato sabido. Segundo os maiores especialistas o Kindle da show no segundo mas vale a pena esperar porque outros estão vindo com mais opções por exemplo o nook da Barnes e Noble .Quer ler mais sobre o assunto e ver analises do diversos leitores acesse os links.
Comparando o Kindle e o cool-er
Pensando em comprar o Kindle. Voce já conhece o Nook

sábado, 23 de janeiro de 2010

Consumer Eletronics Show

Terminei hoje de assistir as palestras dos keynotes da CES-2010.A cada novo evento descobrimos um mundo de emoções que ainda esta por vir no universo digital. A partir das apresentações podemos dizer que TV ,3D realidade virtual, realidade aumentada , leitores de midia estão no topo das tecnologias para utilizar em 2010 e nos proximos anos.
Vale conferir para ficar antenado com as novidades.

http://www.cesweb.org/sessions/keynotes.asp

quinta-feira, 21 de janeiro de 2010

Fortaleza - CE - minha Pasárgada - Terral

Vou-me Embora pra Pasárgada

Manuel Bandeira


Vou-me embora pra Pasárgada
Lá sou amigo do rei
Lá tenho a mulher que eu quero
Na cama que escolherei

Vou-me embora pra Pasárgada
Vou-me embora pra Pasárgada
Aqui eu não sou feliz
Lá a existência é uma aventura
De tal modo inconseqüente
Que Joana a Louca de Espanha
Rainha e falsa demente
Vem a ser contraparente
Da nora que nunca tive

E como farei ginástica
Andarei de bicicleta
Montarei em burro brabo
Subirei no pau-de-sebo
Tomarei banhos de mar!
E quando estiver cansado
Deito na beira do rio
Mando chamar a mãe-d'água
Pra me contar as histórias
Que no tempo de eu menino
Rosa vinha me contar
Vou-me embora pra Pasárgada

Em Pasárgada tem tudo
É outra civilização
Tem um processo seguro
De impedir a concepção
Tem telefone automático
Tem alcalóide à vontade
Tem prostitutas bonitas
Para a gente namorar

E quando eu estiver mais triste
Mas triste de não ter jeito
Quando de noite me der
Vontade de me matar
— Lá sou amigo do rei —
Terei a mulher que eu quero
Na cama que escolherei
Vou-me embora pra Pasárgada.

Texto extraído do livro "Bandeira a Vida Inteira", Editora Alumbramento – Rio de Janeiro, 1986, pág. 90

Para que não conhece o meu pedaço de céu é só ouvir a musica de Ednardo



Eu venho das dunas brancas
Onde eu queria ficar
Deitando os olhos cansados
Por onde a vida alcançar
Meu céu é pleno de paz
Sem chaminés ou fumaça
No peito enganos mil
Na Terra é pleno abril

Eu tenho a mão que aperreia, eu tenho o sol e areia
Eu sou da América, sul da América, South America
Eu sou a nata do lixo, eu sou o luxo da aldeia, eu sou do Ceará
Aldeia, Aldeota, estou batendo na porta prá lhe aperriá
Prá lhe aperriá, prá lhe aperriá
Eu sou a nata do lixo, eu sou o luxo da aldeia, eu sou do Ceará

A Praia do Futuro, o farol velho e o novo são os olhos do mar
São os olhos do mar, são os olhos do mar
O velho que apagado, o novo que espantado, vento a vida espalhou
Luzindo na madrugada, braços, corpos suados, na praia falando amor.

Sobre dúvidas em computadores

A muitas eras fui um analista de suporte. Certo dia um usuário me ligou com a seguinte pergunta:
-O que são cookies?
Eu estava muito ocupado e ainda acreditava que o programa de ajuda(help) dos sistemas computacionais era produzido por alguem do setor certo da empresa de tecnologia(marketing) .Opa não se assuste é que já cheguei a conclusão que os tecnicos não são seres do planeta terra e é impossivel a comunicação deles com os usuários. Todo texto de help deveria ser produzido por alguem que não entende nada de TI e seja bem perguntador como o pessoal do marketing, assim provavelmente entenderiamos os helps e manuais de usuário.
Voltemos ao que interessa minha resposta ao diginissimo usuário...
-Acesse o help do sistema operacional que ele vai lhe orientar..
- Ok obrigado

Minutos depois o telefone toca novamente..
- alô fiz o que vc me pediu e o programa me respondeu que:
cookies são strings
Agora tenho duas dúvidas poderia me esclarecer!
A HISTÓRIA é real e serve para ilustrar como é dificil a comunicação entre seres de planetas diferentes. É a vida

segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

Be-reshit em aramaico - Num início

Admirador que sou dos artigos do Rabino Nilton Bonder ofereço aos meus fiéis dois leitores mais um texto profundo. Boa Leitura.

DARWIN E HERESIAS
O GLOBO - 1º CADERNO - OPINIÃO - 03 de março de 2009


Reportagens sobre o criacionismo neste bicentenário de Darwin expuseram visões inquietantes da religião.

A tentativa de corromper o intelecto humano para conter crenças e superstições é o maior desfavor que se possa fazer à religião e à espiritualidade, uma verdadeira heresia.

A leitura fundamentalista do texto bíblico não pode sequer ser considerada literal, mas política. Baseia-se mais no corporativismo e no monopólio do absoluto do que em qualquer compromisso com a verdade.

Uma corrupção inaceitável ferindo preceitos do próprio texto que condena a superstição e a feitiçaria - o desejo de manipular a realidade para conter uma vontade particular. Essa realidade particular, esse mundo partidário e incontestável, não se sustenta na experiência dos próprios fiéis exigindo esforço em práticas para obscurecer discernimento e sensibilidade.

Para tal faz-se mau uso da fé que acaba em mãos humanas servindo a pretensões de controle e poder.

O texto de Genesis diz literalmente que o Universo não se fez de uma vez. Eras sucederam a novas eras.

Há um trabalho de separar luzes de escuridão, águas de cima e águas de baixo. Há expansões e contrações, secos e molhados. Só no quarto dia é constituído o luzeiro maior que governa o dia e o luzeiro menor que governa a noite. Se o sol não existia nos primeiros três dias, então de que dias estamos falando? Com certeza, não se trata do período de rotação completa da Terra sob seu eixo ou o tempo de 24 horas.

"Dia" quer dizer um "período" e por seis períodos demorou para ser formado este mundo como nós o conhecemos.

Este Universo existe há 5.769 anos (desde Adão) e mais sete eras. Seis eras de profunda instabilidade e transformação - de trabalho - e uma era de adaptação - de pausa. Adão representa a matriz do homem moderno que rompe com a ancestralidade primitiva. É o homem que conhece através de sua consciência a vergonha, a responsabilidade, a culpa, a solidão, a morte e noção de Deus. Adão e Eva são os pais de nossa cultura. A heresia não está no carbono 14 e sua capacidade de datar o passado, mas na leitura doutrinária do texto. Para um bom literalista o texto sequer diz que a Criação foi única. Be-reshit, a palavra que abre o texto do Genesis, tem tradução literal "Num Início", indicando que outros mundos podem ter existido anteriormente. Há na Bíblia elementos claros de evolução já que a criação é gradual: ervagem, árvores, peixes, répteis, aves, répteis terrestres, quadrúpedes e, por último, o humano. Certamente distinto de Darwin para quem a evolução se trata de um processo mecânico de ajustes na história das espécies, enquanto que a Bíblia pressupõe uma intencionalidade divina.

Mas a Bíblia não tem pretensões de ser um manual eterno da ciência, e sim da consciência. Sua grande revelação não é como funciona o Universo e a realidade, mas como se dá a interação entre criatura e Criador. Seu tema maior é outro: a revelação de que o Universo tem uma identidade, um Self. Essa é a primeira palavra dos Mandamentos - "Eu". Da mesma maneira que nós em nossa superfície somos uma colcha de retalhos - aglutinando discrepâncias e contradições - e mesmo assim temos um "eu" que a tudo integra, também o Universo com todas as suas aparentes injustiças e descontinuidades também tem um Self. Assim como o nosso "eu" é invisível e não verificável, este "Eu" do Universo só se faz perceptível no que Martin Buber cunhou como o encontro do "Eu-Tu". É possível que tudo que reconheça em si um "eu", por mais ilusório e distorcido que este seja, percebe este Tu cósmico. Trata-se do encontro do "eu" particular com o "Eu" do todo. O Self da parte que se vê responsabilizado diante do Self do todo e anseia tê-lo como norte, como esperança. Mas esse encontro será sempre de ordem transcendental e nunca de forma tacanha como a leitura fundamentalista propõe.

Talvez a insistência em prosseguir com estas leituras heréticas realmente consiga provar Darwin como errado. Isso porque a sobrevivência de visões tão retrógradas acabará cabalmente demonstrando a existência não só de processos bem-sucedidos de evolução, mas também de involução.



Rabino Nilton Bonder

sexta-feira, 15 de janeiro de 2010

Despertar da primavera

Ontem a convite de um amigo fui ao espetáculo Despertar da Primavera. É incrivel como temas tratados no início do século passado podem ser tão atuais, sexo, amor, amor entre iguais, vergonha, metodos de ensino, religião, aborto, incesto.Montagem e música impecáveis, vale a pena ver, ouvir refletir e aplaudir.Teatro Vila Lobos - Copacabana.
O Musical

“A grande sacada é colocar a música de hoje relacionada aos jovens daquela época. Seus gritos e buscas permanecem os mesmos. Em 2009, podemos usufruir da liberdade total, mas continuamos sofrendo das mesmas doenças e inseguranças. O tempo passou, mas a essência do homem se mantém oprimida muitas vezes, especialmente diante da Família, da Igreja e do Estado.“A peça discorre sobre vários temas, mas é fundamentalmente sobre o sexo. O adolescente é um mundo secreto e esse espetáculo oferece uma possibilidade de espiarmos este mundo pelo buraco da fechadura”.Charles
A montagem brasileira de ‘O Despertar da Primavera’ conseguiu autorização para ser a primeira non-replica no mundo desde a estreia na Broadway. Isto significa que, usando o mesmo texto e canções do musical, Charles Möeller e Claudio Botelho estão realizando a primeira direção e concepção diferente em tudo das originais. Consultados, os autores foram seduzidos pela possibilidade de verem sua obra encenada com outra visão pelos artistas brasileiros. “É um fato inédito montarmos uma produção tão recente da Broadway com a autorização para uma direção autoral. Geralmente, os espetáculos de grande sucesso levam muitos anos para que comecem a ser ‘licenciados’ pelos autores sem a obrigatoriedade da cópia”, revela Claudio. “Tive total liberdade para a tradução dos textos e as versões das canções, e só me interessa trabalhar assim. Só não mexi nas partituras e nos arranjos, que considero perfeitos e que são, como sempre, a alma e o sentido principal de um musical”, complementa.
Malu Rodrigues (Wendla), Pierre Baitelli (Melchior), Rodrigo Pandolfo (Moritz), Letícia Colin (Ilse) e Thiago Amaral (Hanschen) encabeçam o elenco brasileiro, formado por Alice Motta, André Loddi, Bruno Sigrist, Danilo Timm, Davi Guilherme, Eline Porto, Estrela Blanco, Felipe de Carolis, Julia Bernat, Laura Lobo, Lua Blanco, Mariah Viamonte, Pedro Sol e Thiago Marinho. Débora Olivieri e Carlos Gregório interpretam todos os adultos do musical.
Texto extraido do site http://www.moellerbotelho.com.br/acervo/o-despertar-da-primavera

Dias de Luto

Desde a grande guerra nosso Exército não tinha um numero de baixas tão grande em uma unica missão como as ocorridas no recente terremoto do Haiti.Ao rever hoje pelos sites mundo afora as noticias, rendo minhas homenagens ao nosso soldado(aqui incluídos os civis) que de forma anonima e com sacrificios de seu bem estar vigiam de forma silente as nossas imensas fronteiras e ainda saem alem mar para ajudar os mais necessitados.Felizes os que semeiam a paz , deles é o reino do céu...Adeus bons companheiros de farda, sejam felizes..

domingo, 3 de janeiro de 2010

Primeiro dia util do ano de 2010

Amanha é o primeiro dia util de 2010. Um bom dia para fazer uma faxina no computador pessoal, arrumar arquivos , separar os uteis daqueles sem muita importância, dividir tudo em diretórios nem que seja por tipo de arquivo enfim deixar o computador pessoal ou do trabalho pronto para o ano que esta iniciando. Não esqueça tb do backup.Bem por enquanto é só.Bom 2010 e vamos ao trabalho.

sábado, 2 de janeiro de 2010

Para iniciar o ano

Para iniciar bem um ano que sempre começa em feriado nada melhor do que o texto da Rabino Nilton Bonder sobre o descanso.

Toda sexta feira a noite começa o shabat para a tradição judaica.
Shabat é o conceito que propõe dencanso ao final de um ciclo semanal de produção, inspirado no descanso divino, no setimo dia da criação.
Muito alem de uma proposta trabalhista, entendemos a pausa como fundamental para a saúde de tudo o que é vivo.
A noite é pausa, o inverno é pausa, mesmo a morte é pausa. Onde não há pausa, a vida lentamente se extingue.
Para um mundo no qual funcionar 24hs por dia parece não ser suficiente, onde o meio ambiente e a terra imploram por uma folga, onde nós mesmos não suportamos mais a falta de tempo, descansar se torna uma necessidade do planeta.

Hoje, o tempo de "pausa" é preenchido por diversão e alienação.
Lazer não é feito de descanso, mas de ocupações "para não nos ocuparmos".
A propria palavra entretenimento indica o desejo de não parar. E a incapacidade de parar é uma forma de depressão. O mundo está deprimido e a industria do entretenimento cresce nessas condições.

Nossas cidades se parecem cada vez mais com a Disneylandia. Longas filas para aproveitar esperiencias pouco interativas. Fim de dia com gosto de vazio. Um divertido que não é nem bom nem ruim. Dia pronto para ser esquecido, não fossem as fotos e a memória de uma expectativa frustrada que ninguem revela para não dar o gostinho ao proximo.

Entramos no milenio num mundo que é um grande shopping. A internet e a televisão não dormem. Não há mais insonia solitária; solitário é quem dorme.

As bolsas do ocidente e do oriente se revezam fazendo do ganhar e perder, das informações e dos rumores, atividade incessante. A CNN inventou um tempo linear que só pode para no fim.....
Mas as paradas estão por toda a caminhada e por todo o processo. Sem acostamento, a vida parece fluir mais rápida e eficiente, masao custo fóbico de uma paisagemque passa. O futuro é tão rápido que se confunde com o presente. As montanhas estão com olheiras, os rios precisam de um bom banho, as cidades de uma cochilada, o mar de umas férias, o domingo de um feriado.....

Nossos namorados querem "ficar", trocando o "ser" pelo "estar".
Saimos da escravidão do seculo XIX para o leasing do seculo XXI -
um dia seremos nossos?

Quem tem tempo não é sério, quem não tem tempo é importante.
Nunca fizemos tanto e realizamos tão pouco. Nunca fizemos tanto por tão poucos.....

Para não é interromper. Muitas vezes continuar é que é uma interrulção.
O dias de não trabalhar não é o dia de se distrair literalmente, ficar desatento......
É um dia de atenção, de ser atencioso consigo e com a sua vida.
A pergunte que as pessoas fazem no descanso é "o que vamos fazer hoje?" - já marcada pela ansiedade. E sonhamos com uma longevidade de 120 anos, quando não sabemos o que vamos fazer em uma tarde de domingo.......

Quem ganha tempo, por definição, perde.
Quem mata tempo, fere-se mortalmente.
É este o grande "radical livre" que envelhece nossa alegria - o sonho de fazer do tempo uma mercadoria.

Em tempos de novo milenio, vamos resgatar coisas que são milenares:
A pausa é que traz a surpresa e não o que vem depois.
A pausa é que dá sentido à caminhada.
A pratica espiritual deste mileneio será viver as pausas. Não haverá maior sábio do que aquele que souber quando algo terminou e quando algo vai começar.

Afinal, porque o Criador descansou?

Talvez porque, mais dificil do que iniciar um processo do nada, seja dá lo como concluído....