segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

Você aprende

O texto abaixo vem sendo atribuido a Willian Skakespeare em suas várias versões linguisticas. Pesquisando na Internet achei que na verdade se trata de uma adaptação de Veronica Shoffstall's do texto original "After a While" que é de sua propria autoria.

YOU LEARN

*After some time you learn the difference, the subtle difference between giving a hand and fettering a soul;
*And you learn that to love doesn't mean to support yourself, and that company doesn't always mean security.
*And you learn that kisses are not contracts and that gifts are not promises.
*And you start to accept your loss with your head up and eyes straight ahead, with the grace of a grown-up, not the sadness of a child.
*You learn to build the roads of today, because tomorrow's land is too unknown to make plans and the future usually falls from nowhere.
*After a while you learn that the sun burns if you expose yourself to it for very long.
*And you learn that it doesn’t matter how much you care, some people just don’t.
*And you accept that it doesn’t matter how good someone can be, they will hurt you once in a while and you have to forgive them for that.
*And you learn that talking can be a relief to emotional pain.
*You learn that it takes years to build trust and just seconds to destroy it, and you can do things in a second that you will regret for the rest of your life…
*You learn that friendship continuous to grow even with the distance and that what matters is not what you have in life, but who you are in life.
*And you learn that you don’t have to change friends if you understand that friends change, and you realize that you and your friend can do nothing or everything and still have good times together.
*And you learn that the people you care the most are taken away from you too fast, that is why we should always say caring things to those we love, because it might be the last time we see them…
*And you learn that you shouldn’t compare yourself to others, but to the best you can become.
*You learn that it takes a long time for you to become the person you want to be, and that life is too short.
*And you learn that it doesn't matter where you've already gotten to, but where you are going, and if you don't know where you're going, anywhere will do.
*You learn that either you control your acts or they will control you, and that being flexible doesn't mean you are being weak, or that you don't have a personality, for no matter how delicate and fragile a situation is, there are always two sides of it.
*And you learn that heroes are those that did only what was necessary...
*You learn that patience requires a lot of practice.
*You find out that sometimes the person that you expect to kick you when you fall, is one of the few that will help you up.
*You learn that maturity is about what kind of experiences you’ve had and what you’ve learned from them, not how many birthdays you have already celebrated.
*You learn that there's more of your parents in you than you suppose.
*You learn that you should never tell a child that dreams are foolishness, few things are so humiliating that it would be a tragedy if he believed that.
*You learn that when you are angry you have the right to be angry, but that does not give you the right to be cruel.
*You learn that just because someone doesn't love you the way you want to be loved, it doesn't mean that the person doesn't know how to love, and s/he loves you as much as s/he can, because there are people who love you, but simply don't know how to show it.
*You learn that being forgiven is never enough, sometimes you have to learn to forgive yourself.
*You learn that with the same harshness that you judge, you someday, will be condemned.
*You learn that no matter how many pieces your heart was broken into, the world doesn't stop so you can fix it.
*You learn that you cannot go back in time, so you have to take care of your garden and not wait for someone to bring you flowers.
*And you learn you can really bear it, that you're really strong and that you can go farther than you think, and that life has a value and you have a value before life!
*And you learn that our doubts are disloyal and that makes us lose what we could achieve, if it weren’t for the fear of trying.
Adaptation of Veronica Shoffstall's original text "After a While"


Com o tempo você aprende a diferença, a sutil diferença entre dar a mão e acorrentar uma alma. E você aprende que amar não significa apoiar-se e, que companhia nem sempre significa segurança. Depois de algum tempo você aprende a diferença, a sutil diferença. E começa a aprender que beijos não são contratos e presentes, não são promessas. E começa a aceitar suas derrotas com a cabeça erguida e olhos adiante, com a graça de um adulto e não com a tristeza de uma criança. E aprende a construir todas as suas estradas no hoje, porque o terreno do amanhã é incerto demais para os planos e, o futuro tem o costume de cair em meio ao vão. Depois de um tempo você aprende que o Sol queima se ficar exposto por muito tempo. E aprende que não importa o quanto você se importe, algumas pessoas simplesmente não se importam... E aceita que não importa o quão boa seja uma pessoa, ela vai ferí-lo de vez em quando e você precisa perdoá-la por isso. Aprende que falar pode aliviar dores emocionais. Descobre que leva-se anos para construir confiança e segundos para destruí-la e, que você pode fazer coisas em um instante, das quais se arrependerá pelo resto da vida. Aprende que verdadeiras amizades continuam a crescer mesmo a longas distância. E o que importa não é o que você tem na vida, mas quem você tem da vida. E bons amigos são a família que nos permitiu escolher. Aprende que não temos que mudar de amigos se compreendermos que os amigos mudam, percebe que seu melhor amigo e você podem fazer qualquer coisa, ou nada e, terem bons momentos juntos. Descobre que as pessoas com quem você mais se importa na vida são tomadas de você muito depressa, por isso, sempre devemos deixar as pessoas que amamos com palavras amorosas, pode ser a última vez que as vejamos. Aprende que as circunstâncias e os ambientes têm influência sobre nós, mas nós somos responsáveis por nós mesmos. Começa a aprender que não se deve comparar com os outros, mas com o melhor que pode ser. Descobre que se leva muito tempo para se tornar a pessoa que quer ser e, que o tempo é curto. Aprende que não importa onde já chegou, mas onde está indo, mas se você não sabe para onde está indo, qualquer lugar serve. Aprende que, ou você controla seus atos ou eles o controlarão e, que ser flexível não significa ser fraco ou não ter personalidade, pois não importa quão delicada e frágil seja uma situação, sempre existem dois lados. Aprende que heróis são pessoas que fizeram o que era necessário fazer, enfrentando as conseqüências. Aprende que paciência requer muita prática. Descobre que algumas vezes, a pessoa que você espera que o chute quando você cai, é uma das poucas que o ajudam a levantar-se. Aprende que maturidade tem a ver com os tipos de experiência que se teve e o que aprendeu com elas, do que com quantos aniversários você celebrou. Aprende que há mais de seus pais em você do que você supunha. Aprende que nunca deve dizer a uma criança que sonhos são bobagens, poucas coisas são tão humilhantes e seria uma tragédia se ela acreditasse nisso. Aprende que quando está com raiva tem o direito de estar com raiva, mais isso não te dá o direito ser cruel. Descobre que só porque alguém não o ama do jeito que quer que ame, não significa que esse alguém não ama com tudo o que pode, pois existem pessoas que nos amam, mas simplesmente não sabem como demonstrar ou viver isso. Aprende que nem sempre é suficiente ser perdoado por alguém, algumas vezes você tem que aprender a perdoar a si mesmo. Aprende que com a mesma severidade com que julga, você será em algum momento condenado. Aprende que não importa em quantos pedaços seu coração foi partido, o mundo não para para que você o conserte. Aprende que o tempo não é algo que se possa voltar para trás. Portanto, plante seu jardim e decore sua alma, ao invés de esperar que alguém lhe traga flores. E você aprende que realmente pode suportar... que realmente é forte e, que pode ir muito mais longe depois de pensar que não se pode mais. E que realmente a vida tem valor e que você tem valor diante da vida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário